College 11: Bruno e Mayra falam sobre Que Talento!

Neste sábado, 24 de maio, Que Talento! estreia no Disney Channel. A série brasileira produzida pela Cinefilm tem como protagonista o C...


Neste sábado, 24 de maio, Que Talento! estreia no Disney Channel. A série brasileira produzida pela Cinefilm tem como protagonista o College 11, banda que o ANMTV teve o prazer de conversar.
Com uma linguagem moderna, que está em sintonia com os jovens de hoje, a comédia acompanha as aventuras Barulho Talents, uma agência “muito organizada” dirigida por Champ. Nela são agenciadas as carreiras do College 11, formado por Bruno e Mayra; Frank, um ator procurando seu lugar ao sol; Milton Carter, que tem a estranha habilidade de hipnotizar todo mundo com seu relógio de bolso; Shirley, uma garota que sempre está em busca de quebrar recordes; e até de Cai Não Cai, o mascote equilibrista da turma.
Muito planejamento

A série não é um projeto recente, já vem sendo planejada há muito tempo e passou por um processo cuidadoso. “A Disney veio com a proposta, um projeto de fazer uma série de TV e que envolvesse o College 11. Aí depois de uns dois anos, meio que programando isso, eles vieram com a proposta de gravar Que Talento!, e imediatamente a gente achou irado“, comentou Mayra Arduini.
“Eu acho que quando a gente ficou sabendo que realmente se concretizou a ideia de fazer a série, foi uma surpresa muito grande porque a gente vem de uma veia que é totalmente musical. A gente ficou super contente de participar deste projeto tão legal, que é a primeira série gravada no Brasil, inteiramente brasileira. Mas ao mesmo tempo, rolou um pouco de medo de como ia ser, porque a gente nunca havia atuado e ser protagonista de um projeto tão grande e tão legal, como que ia acontecer. Aí rolou um ano de preparação de elenco, antes de gravar a série“, complementou Bruno Martini.
Interpretar a si mesmo

Seguindo o modelo de sucesso de diversas produções americanas, os personagens principais de Que Talento! mantiveram o nome de seus interpretes. Porém, apesar de simular como seria o cotidiano da banda, há diferença entre a vida real e a ficção.
“Eu acho que sempre tem alguma coisa da nossa personalidade em cada personagem, porque afinal de contas é um ser humano interpretando um papel. Então eu acho que qualquer personagem em si que a criaria estaria com uma característica nossa. Mas como a gente está interpretando nós mesmos, aí fica um pouco diferente porque existe sim uma diferença entre o personagem e a pessoa.
E tem a semelhança que a gente pode acrescentar, como por exemplo: a minha personagem é uma pessoa super avoada, sempre pensa positivo, está sempre interagindo com o primo dela. Ela topa todas, mas ao mesmo tempo, eu também sou assim na vida, sempre penso positivo, que nada vai dar errado e acabo trazendo isso um pouco para a personagem“, disse Mayra.

“Então, eu acho que meu personagem, ele tem que trazer a galera um pouco mais pra realidade. Eu sou muito racional na minha vida pessoal, ele tem pouco desse lado também e tenta trazer a galera mais pra realidade. Quando todo mundo começa a viajar, ele sempre traz um pouco da galera pra realidade, tem uns pés um pouco mais no chão.
Mas ao mesmo tempo, meu personagem ele tem uns momentos de loucura que tornam muito engraçadas por ele ter esse lado racional, ninguém esta esperando uma coisa tão louca do personagem. E ele acho que tem alguns pontos totalmente de loucura na série e acredita em coisa que assim que são totalmente viagem, mas que pra ele é real, aquilo que está acontecendo e que ele faz aquilo com todo o esforço do mundo, que também este seria um ponto bem diferente do que eu sou na vida real, eu sou uma pessoa mais reservada na minha personalidade“, conta Bruno.
Música garantida

Como não poderia deixar de ser, a dupla do College 11 não ficará restrita a atuação, apresentando 6 músicas inéditas que estarão presentes no novo álbum. “A gente está trabalhando no segundo CD e tem essas músicas que estão na série. A gente não escreveu as músicas pra série. Na verdade, as músicas entraram com o que estava de acordo com a série. E agora a gente está terminando o resto do CD, tá incrível, só músicas inéditas“, adianta a vocalista.

A dupla também respondeu algumas curiosidades:
O que é mais difícil, cantar ou atuar?

Mayra: Eu acho que as duas coisas tem suas dificuldades, eu acho que nada é mais difícil ou mais fácil. Mas como eu e o Bruno vem de um berço musical, a gente pega a maneira, assim, um pouco mais de conhecimento, um pouco mais de experiência. Não é questão de facilidade.
[Temos] um pouco mais de experiência no ramo da música do que de interpretação. Mas claro que a gente não abandonou essa parte da música, muito pelo contrário. Na série, como é um musical, a gente tem músicas do College 11 na série. Então, a gente atua, mas ao mesmo tempo a gente não deixa de cantar.

Bruno: E acho que talvez não seja a questão de ser fácil ou difícil, como a Mayra falou. Eu acho que tudo que você tem uma entrega, que você aquilo com paixão de verdade, que realmente está amando estar ali, é diferente. Você tem um pouco positivo.
E acho que da serie o que mais me pegou, claro, a música existe música em mim porque eu nasci, a gente nasceu num berço musical. Meu pai trabalha com música há muito tempo, eu tenho um estúdio de gravação , onde já gravei vários artistas, tipo Afrika Bambaataa, e então sempre nasci com essa veia musical, então estou apaixonado pela música.
E ao tempo dessa preparação que rolou, eu acabei pegando paixão também pela atuação. Então aquilo deixou de ser uma obrigação, de ser um trabalho, e passou a ser uma coisa que realmente estava ali amando fazer. E acho que isso é um ponto muito positivo. Claro que você tem estudar, tem que crescer fazendo aquilo. Se entregar de verdade.

Como foi a química com o restante do elenco? Viraram amigos fora do set?

Mayra: Muito, muito amigos. Assim, quando a gente conheceu eles, acho que eu e o Bruno já tinha começado a preparação. Por ter a banda e ter começado antes, a gente já tinha uma química muito grande. Mas quando o pessoal chegou, como é muito extrovertido e muito legal, é ajudou muito também a gente na hora de gravar e a gente tem uma amizade até hoje, com todo mundo. Inclusive, no final de semana eu tava com as meninas, foi aniversário da Isabela, que interpreta a Chororô, que fez 18 aninhos, a gente foi tudo mundo comemorar. É uma amizade muito boa com tudo mundo.
Como está o trabalho no novo CD?

Bruno: Então, como eu falei, tenho aquele estúdio de gravação, a gente grava tudo aqui e finaliza o processo de produção e mixagem em Miami. E eu estou preparando, estou no estúdio todo dia, a Mayra vem pra cá também, sempre que pode. E a gente escreve e estamos compondo coisas novas, e já estamos preparando e finalizando o novo CD.

Depois de lançarem um álbum internacionalmente pela Disney e de protagonizarem uma série, qual será o próximo passo da carreira de vocês?

Mayra: A música sempre vai estar na nossa carreira. É uma paixão muito grande. Não sei, gravar um quinto álbum, fazer shows e lotar estádios, este é o nosso sonho. Mas como a gente criou esse amor pela interpretação, então quem sabe aí mais pra frente, a gente não começa a se dedicar bastante a isso. Eu sei que eu e o Bruno aprendeu muito, não só pra atuar, mas na vida. Fazendo essa preparação de ator. A gente acabou criando mais desenvoltura na vida pra falar, pra se comunicar com as pessoas, pra socializar… pra tudo assim. Então atuação também está nos nossos planos pro futuro.

O que os fãs podem esperar de Que Talento?

Bruno: Uma série muito divertida, com muito amor e músicas inéditas. Uma lado diferente do College 11, que ninguém nunca viu ainda.
Mayra: Bastante romance.

Créditos:ANMTV.
College 11: Bruno e Mayra falam sobre Que Talento! College 11: Bruno e Mayra falam sobre Que Talento! Reviewed by Blogueiro Maneiro on 5/23/2014 09:12:00 AM Rating: 5
Comentários (mostrar/esconder)
 

É destaque!